sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Microsoft compra Xamarin

Após anos de especulações e rumores, finalmente é oficial. A Microsoft adquiriu a empresa cross-plataforma de desenvolvimento móvel Xamarin por uma quantia não revelada. Scott Guthrie, vice-presidente executivo da nuvem da Microsoft, escreveu: "Em conjunto com o Visual Studio, a Xamarin fornece um rico desenvolvimento móvel oferecendo aos desenvolvedores a possibilidade de criarem aplicativos móveis usando C# e entregarem experiências totalmente nativas para todos os dispositivos principais – incluindo o iOS, Android e Windows. Abordagem da Xamarin permite que os desenvolvedores tirem proveito da produtividade e o poder do .NET para criarem aplicativos móveis e usar c# para escrever para o conjunto completo de APIs nativas e recursos móveis fornecidos pela plataforma de cada dispositivo. Isto permite aos desenvolvedores facilmente compartilharem o código app comum nos apps iOS, Android e Windows. A solução exclusiva do Xamarin tem alimentado o crescimento incrível durante mais de quatro anos." Na prática, como o Xamarin funciona? Criar um aplicativo que alcance todo o público é um problema a ser vencido,  a razão é simples, criar um APP que funcione no iOS e Android e também no Windows Phone pode ser trabalhoso. Para resolver isso é preciso programar em Java, ObjectiveC/Swift e C# e então o problema se agrava, porque precisamos de: Uma equipe de desenvolvedores experientes nas três linguagens. Porque o mesmo código terá que ser escrito em várias linguagens. Corrigir bugs dos APPs devido às lógicas do sistema estarem implementadas de forma diferentes. Como resolver esses problemas? É agora que o Xamarin entra provendo uma plataforma projetada nas implementações open source mono android e monotouch com o intuito de utilizar o C# e o máximo de recursos do .NET para desenvolver APPs nativas para Android, iOS e Windows reaproveitando o máximo da regra de negócio para as principais plataformas. Xamarin é muito utilizado, inclusive por grandes empresas, e a Microsoft colocou as mãos nele justamente para favorecer a sua estratégia de aplicativos universais e suas “pontes” que trazem apps de plataformas concorrentes ao Windows. Afinal, é um equipe de peso que agora faz parte da Microsoft. Xamarin tem atualmente mais de 15.000 clientes em 120 países. A Microsoft promete compartilhar mais informações no evento BUILD 2016.
Fonte: Venturebeat

Nenhum comentário :

Postar um comentário